terça-feira, 4 de março de 2014

DESAFIO BÁVARO. ÁLCOOL NOT COOL!


Virou febre entre jovens e adolescentes o tal de desavio bávaro. Nas redes sociais um jovem desafia a outros  a beber no mínimo 500 mls de cerveja de uma vez só. Se não fizer adivinhem qual é a punição: paga uma caixa de cerveja, mas se fizer adquire o direito de desafiar outros, e assim segue a bebedeira com direito a propaganda na internet. Qual é a razão desse desafio de beber não sei quantos MLs de bebida e postar na internet? Acredito que a liberdade é uma das maiores conquistas de qualquer cidadão, digo isso por que quero que saibam que respeito a decisão (embora não a compreenda) de jovens deixarem filmar-se em tal situação, e ao meu ver, embora nociva, tal brincadeira é o exercício da liberdade. Mas há um outro lado, sempre há um outro lado. Tudo é lícito, mas nem tudo convém. Vivemos em um país com índices alarmantes de acidentes fatais no trânsito (a grande maioria por consequência do uso de álcool), no Brasil e no mundo, milhares de famílias são desagregadas pelo mesmo motivo, a violência contra a mulher está intimamente ligada ao álcool, sem contar todos os efeitos colaterais de qualquer dependência química, a curto, médio ou longo prazo. Por esse (e muitos outros) motivos, me parece que a questão vai além da liberdade individual. As estatísticas demonstram que o álcool está alcançando cada vez mais precocemente a vida de crianças e adolescentes, e a sociedade parece aceitar "na boa". É isso que preocupa. Hoje, pra ser descolado tem que ultrapassar os limites, inclusive os do bom senso. O álcool só é cool no nome. É isso que preocupa. Não sei se estou sozinho ou se alguém mais pensa da mesma maneira, mas estou como a Rachel Sheherazade, "esperando a quarta feira de cinzas chegar", não essa do carnaval, espero uma quarta feira de cinzas utópica, onde nossos jovens deixarão para trás a folia dos vícios e com orgulho dirão, eu vivo em um país desenvolvido, sério, onde tem educação, saúde, segurança... E mais, nesse fatídico dia diremos, eu ajudei a construir esse país, dediquei meus melhores anos a família, ao crescimento pessoal, a cultura, ao próximo, a fé, aos amigos. Mas e o álcool? Bem, acendi a lareira e "lived the life"! Se você leu até o fim, estás desafiado a fazer a vida ser mais "cool" (legal), com menos álcool.

3 comentários:

Anônimo disse...

Grande bosta, vai se informar e parar de falar merda, não foi desafiado e tá putinho agora

Daniel Fich disse...

Põe seu nome "Anônimo", e aí poderemos discutir, mas acredito que se tivesse coragem(e argumentos)já teria se identificado!

Anônimo disse...

Bom na verdade, me pareceu um tanto desnecessário a citação do desafio bavaro! Oque espelha no no meu entedimento a este texto é sua preocupação com a banalização do consumo de bebidas alcoólicas, porem e totalmente sem fundamento e desorganizado associando diversos problemas sociais e econômicos ao consumo destas bebidas, na questão de dos acidentes com pessoas alcoolizadas oque se deve colocar em xeque é a responsabilidade dos condutores e a falta de fiscalização e leis mais rigidas, tantos outros fatores são resposaveis por acidentes como sono, ansiedade, falta de experiencia, falta de manutenção e etc.. agora quanto a pergunta a do porque?? simples, Socialização, divertimento e é claro a possibilidade de ganhar mais cerveja...